RECONSTRUÇÃO DA MAMA COM TECIDO ABDOMINAL

SOBRE

O método mais comum de reconstrução de mama com tecidos próprios é o retalho que utiliza o abdome, os mais conhecidos são o TRAM ( retalho transverso miocutâneo do reto abdominal) e DIEP ( deep inferior epigastric perforator flap).
Na nossa clínica preferimos os retalhos abdominais microcirúrgicos por sua melhor vascularização quando comparados aos retalhos abdominais pediculados. Nesta forma de reconstrução a pele e a gordura abdominal e uma pequena porção do músculo reto abdominal são utilizadas para criar uma mama muito natural e sem necessidade de uso de implantes de silicone.
Você é uma candidata ideal se:
• deseja fazer a reconstrução com seu próprio tecido
• não deseja usar implantes de silicone ou não é uma candidata para o uso de implantes de silicone
• tem uma área doadora abdominal suficiente
• fez uma reconstrução com implantes sem sucesso
• já fez a mastectomia e fará a reconstrução tardiamente
• foi submetida a radioterapia na região mamária
Se você já foi submetida a abdominoplastia ou não tem gordura e flacidez na parte inferior do abdome, esta opção não é possível para você. Em comparação com a reconstrução com implantes, este procedimento cirúrgico é maior e a recuperação é mais longa e pode levar alguns meses até retorno às suas atividades normais, porém o resultado é muito natural e não existe a necessidade de manutenção e troca de implantes de silicones.
Além do abdome, é possível realizar a reconstrução da mama através da microcirurgia com transplante de tecidos da região glútea (S-GAP e I-GAP) e da coxa (ALT), embora estas sejam indicações de exceção, geralmente no caso de falência de outros métodos.